#LibertemRafaelBraga


Rafael Braga, que hoje é o nome da regra do nosso sistema prisional, não da exceção, é o único preso e condenado do país todo entre os manifestantes de 2013. Ele também foi preso, quando cumpria o regime semi aberto, acusado por tráfico de drogas. Uma testemunha que viu o flagrante conta que ele não tinha nada nas mãos. Mas a história de Rafael é igual a centenas de milhares de outros jovens, negros e pobres do Brasil.
Na próxima terça-feira, a 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro vai julgar o habeas corpus de Rafael Braga.
De outra maneira, a Justiça de Mato Grosso do Sul mandou tirar da cadeia e internar numa clínica psiquiátrica Breno Fernando Solo Borges que foi preso por tráfico de drogas e de armas. É que ele é filho de uma desembargadora. Ele foi detido com 130 quilos de maconha, centenas de munições de fuzil e uma pistola nove milímetros. A defesa alega que Breno, filho da desembargadora, sofre de síndrome de bonderline e por isso não seria responsável pelos seus atos.
A seguir, o comentário sempre pertinente do mano AD Junior.

video

Comentários